Siga-nos nas redes sociais

Jogo de RPG em turnos tem ritmo acelerado e apresenta muitas novidades gráficas e de gameplay; game é gratuito e já está disponível em português do Brasil para usuários de iOS e Android.

O reino medieval e fantasioso de Might & Magic, série de RPG da Ubisoft com milhares de fãs nos PCs e consoles, acaba de chegar às plataformas móveis com gráficos de alta qualidade, gameplay de ação e estratégia e mecânicas aprimoradas para coleção e progressão. Might & Magic: Elemental Guardians é um jogo free-to-play baseado em turnos, com ritmo acelerado, centenas de criaturas místicas, batalhas PvP (player versus player) e PvE (player versus environment), recursos de realidade aumentada e já está disponível tanto para dispositivos iOS quanto Android totalmente em português do Brasil.

“Might & Magic: Elemental Guardians é o mais ambicioso RPG já lançado pela Ubisoft para plataformas móveis. Além de representar a chegada de uma série de muito sucesso aos celulares e tablets, o jogo apresenta grandes inovações gráficas e de gameplay que vão surpreender e divertir os jogadores”, disse Bertrand Chaverot, diretor da Ubisoft na América Latina.

No novo game, o jogador pode criar seu próprio Herói Feiticeiro, formar times com grandes guerreiros e convocá-los para batalhas PvE pelos reinos de Ashan. Ao longo da aventura, os usuários encontrarão e colecionarão mais de 400 criaturas elementais que, quando treinadas, evoluem e se tornam cada vez mais poderosas. Entre elas, o lendário Dragão, o heroico Paladino, o furtivo Assassino e o colossal Gigante.

Já na Arena, local onde se reúnem os feiticeiros do mundo todo, os jogadores se enfrentam em duelos PvP. Conforme derrotam os adversários, os usuários somam pontos de reputação, sobem no ranking do jogo e ganham prêmios que tornarão seus heróis ainda mais fortes e temidos.

Outra novidade do primeiro jogo da série Might & Magic para os dispositivos móveis é o modo de realidade aumentada. Com esse recurso, os jogadores tornam suas criaturas ainda mais reais, podem capturar momentos únicos e ainda acompanhar as batalhas da Arena sob uma perspectiva completamente diferente.

Para mais informações sobre Might & Magic: Elemental Guardians, CLIQUE AQUI. Para baixá-lo, visite a App Store (iOS) e Google Play (Android).

Sobre a Ubisoft

A Ubisoft é uma empresa líder na criação, publicação e distribuição de jogos para videogames e serviços de entretenimento interativo. A empresa oferece um amplo portfólio de marcas mundialmente conhecidas, como Assassin’s Creed, Just Dance, Rayman, Watch_Dogs, Far Cry e a série de jogos Tom Clancy. Os times da Ubisoft espalhados por estúdios e escritórios comerciais em todo o mundo trabalham para oferecer experiências de jogos originais e memoráveis em todas as plataformas disponíveis, incluindo consoles, celulares, tablets e PCs. No ano fiscal de 2016-2017, a Ubisoft gerou vendas globais de €1,460 bilhão. Mais informações em www.ubisoftgroup.com

Board Games

Relançamento de HeroQuest foi financiado com sucesso!

É oficial: financiamento coletivo de HeroQuest bate a meta de 1 milhão de dólares e boardgame será relançado nos EUA e Canadá pela Hasbro.

Rafa-el Lima

Publicado há

em

HeroQuest-Relançamento-capa

Financiamento coletivo para o relançamento do boardgame HeroQuest já passou da meta inicial de 1 milhão de dólares!

Lançado há dois dias, e apostando na nostalgia do público, o financiamento coletivo de HeroQuest se mostrou um acerto da Hasbro.

Buscando corresponder ao público saudosista que, há tempos, pede um relançamento, a Hasbro, atual detentora dos direitos do jogo, iniciou um financiamento coletivo na sua plataforma HasbroPlate para trazer de volta HeroQuest, clássico boardgame de dungeon crawl da década de 90.

Depois de alguns dias de suspense, por conta de uma contagem regressiva que entrou no ar há alguns dias, foi dada a largada do financiamento coletivo do jogo e, em pouco mais de 1 dia, o projeto bateu sua meta inicial de 1 milhão de dólares. Além disso, já atingiu sua primeira meta estendida, que trará uma Warlock (Bruxa) como heroína extra, e está às vésperas de atingir a segunda meta de 1.4 milhões de dólares, o que incrementará o jogo com mais 6 dados de combate extras.

++Leia Mais:
– HeroQuest | Boardgame entra em financiamento coletivo para relançamento
– Enola Holmes | Uma nova heroína chegou na Netflix

Infelizmente o financiamento coletivo de HeroQuest só fará o envio do jogo para os EUA e Canadá, deixando o público do resto do mundo à mercê de pessoas e serviços intermediários, caso tenham interesse em participar do projeto.

Mercado brasileiro

Uma das maiores esperanças do público brasileiro, que sonha em ver o retorno de HeroQuest ao nosso mercado, está depositada no fato de que a Galápagos Jogos, maior empresa de boardgames do Brasil, está há algum tempo com boas relações com a Hasbro. A empresa brasileira é a responsável pela localização e lançamento de toda a linha do RPG Dungeons & Dragons 5ª edição, além de ter lançado recentemente o boardgame Dungeons & Dragons: A Masmorra do Mago Louco.

Não custa nada sonhar em ver o HeroQuest nas mãos da Galápagos Jogos, não é?

Fique ligado nas redes sociais do Multiversos para mais novidades!


Acompanhe nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | YouTube | Twitter



Continue lendo

Board Games

HeroQuest | Boardgame entra em financiamento coletivo para relançamento

Um dos boardgames mais amados pelos RPGistas da geração anos 90 pode voltar ao mercado. HeroQuest está em financiamento coletivo nos EUA.

Rafa-el Lima

Publicado há

em

HeroQuest-Relançamento

Um dos boardgames mais amados pelos RPGistas da geração anos 90 pode voltar ao mercado. HeroQuest está em financiamento coletivo nos EUA.

“Nas profundezas de outra dimensão, enfrente bárbaros e magia maligna em busca de aventuras em um labirinto de monstros. Este é HeroQuest, um jogo de aventura e fantasia, onde vencer significa dominar a arte do combate e da magia. Depois de embarcar nessa, você nunca mais será o mesmo.”

Um dos jogos mais amados pelos RPGistas brasileiros e um grandes responsáveis — ao lado de DragonQuest e da revista Dragão Brasil — por cativar e iniciar vários grupos de RPG no Brasil pode estar voltando ao mercado mundial, para a alegria dos fãs. Mas, calma, você não o encontrará nas prateleiras das lojas como outrora. Pelo menos não ainda.

Desenvolvido por Stephen Baker e lançado originalmente em 1989 pela Milton Bradley em parceria com a Games Workshop, HeroQuest é um boardgame com vários elementos fantásticos que remetem aos mundos mágicos dos RPGs. Alguns o designam como um “pré-RPG”, por promover uma interação de grupo muito similar ao RPG em si, sendo apenas mais limitado em termos de regra.

O jogo permite aventuras ao melhor estilo dungeon crawler (algo como ‘rastejante de masmorra’ em português), onde um grupo de aventureiros invade uma caverna, castelo ou fortificação em busca de salvar alguém ou derrotar um monstro ou tirano. Algo simples e objetivo, mas nem por isso menos interessante.

++Leia Mais:
– CMON anuncia boardgame de ‘He-man e os Mestres do Universo’
– Tormenta 20 | Ficha de personagem editável em PDF v 1.8.1

Para a alegria de muitos a Hasbro, atual proprietária do jogo, lançou hoje um financiamento coletivo visando o relançamento do jogo, dessa vez com toda a qualidade que a indústria dos boardgames permite.

A estética da arte da caixa e do Escudo do Mestre permanecem a mesma, porém as artes e o jogo em si evoluíram e apresentam miniaturas plásticas belíssimas e novas cartas de poderes, itens e magias, totalmente coloridas, em contraste  com as miniaturas de papel e as cartas em preto e branco da versão original.

Confira as imagens abaixo (você pode passar ou voltar as imagens clicando nas setas < ou > ):

HeroQuest foi lançado no Brasil pela Estrela ainda na década de 90 e há muito tempo seus fãs do Brasil e do mundo pedem um relançamento. Durante as comemorações de 25 anos do jogo a empresa canadense GameZone, responsável pelo lançamento original do jogo, chegou a iniciar um kickstarter para lançar uma edição comemorativa, mas o projeto acabou “morrendo” por conta dos direitos autorais.

O financiamento coletivo de HeroQuest acontece na plataforma da Hasbro, HasbroPulse (confira AQUI), e permite dois tipos de apoio:

  1. Nível Heróico, por $ 99.99 dólares, que inclui o jogo HeroQuest base (contendo 71 miniaturas entre personagens e móveis, mapa, manuais e cartas), bem como 4 miniaturas bônus de heróis e 1 miniatura exclusiva disponível apenas durante a campanha HasLab (financiamento coletivo);
  2. Nível Mítico, por $ 149.99 dólares, que inclui o jogo HeroQuest base (contendo 71 miniaturas entre personagens e móveis, mapa, manuais e cartas), bem como 4 miniaturas bônus de heróis e 1 miniatura exclusiva disponível apenas durante a campanha HasLab. Além de duas expansões de jogo (Return of the Witch Lord e Kellar’s Keep algo como O Retorno do Lorde Bruxo e A Fortaleza de Kellar em português), mais 2 miniaturas exclusivas e tudo que que for desbloqueado na campanha de financiamento coletivo.

O relançamento de HeroQuest, via financiamento coletivo, está acontecendo apenas na América do Norte (nos EUA ou no Canadá, não sabemos precisar, sorry), pelo menos por enquanto. Não há qualquer notícia ou previsão de relançamento no Brasil.

Só nos resta esperar que o jogo acabe vindo para terras tupiniquins em breve. Oremos!


Acompanhe nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | YouTube | Twitter



Continue lendo

Consoles | PC

Shadowlands: Pós-Vidas – Revendreth | Vídeo apresenta as consequências da escassez de ânima

Confira como estão as almas dos que habitam Revendreth no novo vídeo da série Pós-Vidas de ‘World of Warcraft: Shadowlands’.

Rafa-el Lima

Publicado há

em

world-of-warcraft-shadowlands-pos-vidas-revendreth

A escassez de recursos nas Shadowlands leva o regente de Revendreth a tomar medidas de contenção no seu reino.

Sir Denathrius, Mestre de Revendreth, se dirige aos seus súditos para garantir que, a despeito da seca misteriosa que os atormenta, ele agiu para assegurar a prosperidade do reino. Porém, a fé que é depositada nele deve permanecer absoluta.

++Leia Mais:
– Shadowlands: Pós-Vidas – Bastião | Primeiro vídeo da série traz Uther, o Arauto da Luz
– Shadowlands: Pós-Vidas – Maldraxxus | Segundo vídeo da série apresenta Draka
– Shadowlands: Pós-vidas – Ardena | Vídeo apresenta o destino de Ursoc

Confira o vídeo ACIMA, no início da publicação.


Acompanhe nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | YouTube | Twitter



Continue lendo

RPG

Tormenta 20 | Ficha de personagem editável em PDF v 1.8.1 (para PC e Celular)

Confira a nova atualização da FichaT20. A Versão 1.8.1 da Ficha de Personagem de Tormenta 20 é baseada na versão final do livro.

Rafa-el Lima

Publicado há

em

Tormenta20-Ficha-Personagem-FichaT20-v1.8-Valkaria

Sim, já temos novas atualizações da nossa Ficha de Personagem de Tormenta 20!

A eterna insatisfação da deusa líder do Panteão, Valkaria, é uma constante no nosso coração. Não satisfeitos com a ótima receptividade da versão 1.7 da FichaT20, nós resolvemos melhorar, ainda mais, o que já estava muito bom!

Não querendo ser pretensioso, mas já sendo, acreditamos que essa versão pode ser a definitiva (exceto por, talvez, lançarmos uma “versão b” com os campos adicionais que tanto agradaram a alguns). A versão anterior não teve nenhum feedback de erro, o que mostra que os problemas mais graves foram resolvidos, e nessa versão só implementamos o “novo sistema” para seleção do Mod. de Atributo para as Perícias e também a possibilidade de selecionar o Mod. de Atributo para a Defesa.

Se você está satisfeito com a versão anterior (versão 1.7), pode continuar a usar sem problemas, nenhum problema foi encontrado nesta versão. Se você quer mais liberdade para mudar os atributos que incidem nas perícias, ou mudar o mod. de atributo da sua defesa de Destreza para Carisma, por exemplo, a versão 1.8 resolverá os seus problemas definitivamente.

++Leia Mais:
– Tormenta 20 | Confira imagens da capa do livro e de outras recompensas
– A Flecha de Fogo | Crítica do novo romance do escritor Leonel Caldela

Novamente, procurando minimizar os feedbacks por simples confusão, vamos tentar deixar claras algumas particularidades da FichaT20 em relação a alguns campos que influenciam outros campos:

Limpar a Ficha

Agora a limpeza da ficha está no “Olho da Tormenta”. Ou seja, para apagar o seu personagem da existência é só invocar o Aharadak. Não precisa ter medo, esse campo não sai na impressão. O logotipo ficará normal, como vocês conhecem.

Tormenta20-Ficha-Personagem-FichaT20-v1.8-cima

Confira os novos campos de Mod. de Atributo no campo das Perícias.

Perícias

Finalmente resolvemos o problema quanto à possibilidade de selecionar o Mod. de Atributo para incidir sobre as Perícias. Agora, se por algum motivo o seu personagem não usa um atributo padrão para uma determinada perícia, basta você selecionar qual atributo você quer usar.

Lembrando que o cálculo do valor final das perícias já leva em consideração toda a somatória dos campos 1/2 Nível, Mod. de Atributo, Treino, Outros e Penalidades de Armadura e Escudo. Além de que, perícias Somente Treinadas só terão valor total diferente de zero (0) se… forem treinadas (dããããã).

Defesa: Armadura, Escudo e Penalidades

A FichaT20 calcula automaticamente o total da Defesa somando os valores de Mod. de Atributo, Bônus de Armadura e Bônus de Escudo ao valor base de 10. Quaisquer Outros bônus precisam ser especificados no campo correspondente na ficha.

Agora, atendendo a pedidos, você pode selecionar qual modificador de atributo incide na sua Defesa. Por padrão o modificador selecionado é Destreza.

Caso o seu personagem use Armadura Pesada, ou por algum motivo não pode contar com o bônus do modificador de destreza na Defesa, basta você DESMARCAR o campo Mod. de Atributo. Assim, o bônus do modificador será desconsiderado do calculo final da Defesa do personagem.

Tormenta20-Ficha-Personagem-FichaT20-v1.8-baixo

Novo campo de seleção de Mod. de Atributo para a Defesa.

++Leia Mais:
– O Inimigo do Mundo | Primeiro romance da trilogia tormenta
– Review | Leonel Caldela e ‘A Flecha de Fogo’ na CCXP


Tem sido um trabalho desafiador e extremamente gratificante trabalhar nas versões da FichaT20, e ela não estaria com a qualidade que está se não fossem os feedbacks de vocês, membros ativos da comunidade da Masmorra de Valkaria e do Dragões da Tormenta. E, claro, à parceria do grande Téo, o homem por trás dos scripts, que faz as minhas ideias virarem realidade.

Mais uma vez reforçamos o pedido que já fizemos antes: nos sigam nas nossas redes sociais (de preferência, nos deem uma força especial para a gente conseguir um dia, quem sabe aquele “poder” do stories do Instagram chamado “Arrastar Para Cima”. É necessário muitos níveis para atingir esse feito… 😛 ). Infelizmente a qualidade do trabalho que desempenhamos aqui não conta muito para que nós angariemos novos parceiros para o site. Melhores números lá nas nossas redes nos ajudariam MUITO. Contamos com vocês! 😉

EDIT.: Recebemos um feedback quanto a um erro que estava acontecendo com quem usava a FichaT20 em navegadores. Ao definir o valor do bônus da Armadura este zerava e não era contabilizado no valor total da Defesa. Achamos o problema e acreditamos ter resolvido. No mais a ficha continua a mesma.

Download Ficha T20 v. 1.8.1

++ Leia Mais:
Tormenta RPG | FichaT v.3.0.3 (em Excel)
Império de Jade | FichaT em sua versão oriental (em Excel)


Acompanhe nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | YouTube | Twitter



Continue lendo

Consoles | PC

Shadowlands: Pós-vidas – Ardena | Vídeo apresenta o destino de Ursoc

Confira o destino final de Ursoc, o Guardião Ancião, no reino de Ardena. Conheça também Ara’lon no novo vídeo de Shadowlands: Pós-vidas.

Rafa-el Lima

Publicado há

em

O novo vídeo da série Shadowlands: Pós-vidas mostra o Deus Selvagem e Guardião, Ursoc.

Nas florestas de Ardena, os guardiões zelam por seus bosques, cuidando dos Espíritos da Natureza à espera do renascimento. O guardião Ara’lon luta para proteger um bosque agonizante em tempos de estiagem, mas uma escolha terrível o aguarda.

História

Ursoc e Ursol são patronos daqueles que favorecem o equilíbrio da natureza e dos animais selvagens. Entre seus seguidores mais leais, os furbolgs praticam seus respectivos costumes; aqueles que seguem Ursol se tornam xamãs, enquanto os outros que seguem Ursoc se tornam caçadores ou guerreiros e esculpem estátuas e estruturas de madeira. Timbermaw Hold no norte de Felwood é um exemplo, já que a entrada da fortaleza é uma madeira gigante esculpida na forma de uma cabeça de urso rosnando – em homenagem aos ursos gêmeos. O grupo conhecido como Druidas da Garra também reverencia Ursoc.

++Leia Mais:
– Shadowlands: Pós-Vidas – Maldraxxus | Segundo vídeo da série apresenta Draka
– Shadowlands: Pós-Vidas – Bastião | Primeiro vídeo da série traz Uther, o Arauto da Luz

O Passado

Muitos milênios atrás, dois filhotes de urso curiosos percorriam a área ao redor das Colinas Grizzly juntos. Esses irmãos, chamados Ursoc e Ursol, tinham mais curiosidade do que bom senso e frequentemente se viam invadindo os domínios de predadores maiores. O perigo não os desencorajava e um nunca deixava o outro para trás, mesmo quando as circunstâncias pareciam terríveis. Eles chamaram a atenção da Guardiã Freya, que estava viajando por Azeroth em busca de animais selvagens excepcionais. Freya reconheceu o potencial dos dois e viu o que eles se tornariam. Quando amadureceram, ficavam mais fortes e maiores do que quaisquer outros ursos nas Colinas Grizzly, e não sofreram os danos do envelhecimento. Ursoc e Ursol ficaram conhecidos como Deuses Selvagens.

Ursoc

O Deus Selvagem, Ursoc

Ursoc tinha um forte traço protetor. Quanto mais ele via os confins de Azeroth, mais sentia que era seu dever preservá-los. Para ele e outros Deuses Selvagens, que eram guardiões de seus domínios, Freya criou armas exclusivas, artefatos que podiam se tornar fortes quanto seu portador os tornasse. Seu verdadeiro potencial só poderia ser desbloqueado com prática, nutrição e autoaperfeiçoamento. Alguns Deuses Selvagens não entenderam os dons de Freya e negligenciaram suas armas; Ursoc não era um deles. Freya presenteou-o com as Garras de Ursoc, forjadas em aço titânico e imbuídas com uma pequena porção da essência da própria titã Eonar. Sem intenção de deixá-las definhar e se deteriorar, Ursoc se dedicou a dominar seu poder. Ele treinava incansavelmente, todos os dias viajando longas distâncias e treinando com seu irmão, que havia recebido um cajado que facilitou o uso da magia. As garras de titânio de Ursoc tornaram-se uma extensão de seu próprio corpo e Ursol se tornou um especialista em manipular os fluxos de magia. Juntos, eles se tornaram dois dos Deuses Selvagens mais poderosos que existem e logo se tornariam conhecidos como os mais ferrenhos defensores de Azeroth.

Ursoc uma vez lutou ao lado de uma tauren chamada Eruna Alta-Montanha contra os servos dos Deuses Antigos. Acreditando que uma grande escuridão estava chegando e que o mundo precisava de guerreiros e líderes fortes como ele, Ursoc abençoou a lança de Eruna, Talonclaw, que havia sido anteriormente abençoada por outro Deus Selvagem chamado Ohn’ahra.

Ursoc eventualmente teria um filho, Orsonn, e uma filha, Kodian.

Morte

Durante a Guerra dos Antigos, Ursoc e Ursol foram os primeiros a responder ao chamado de Cenarius para combater a Legião Ardente. Eles entraram em confronto com o guardião da destruição, foram eventualmente oprimidos por felhounds e morreram defendendo a terra.

Quando a luta acabou, um jovem filhote de pelúcia encontrou as Garras de aço titânico de Ursoc. Reconhecendo a quem elas pertenciam, ele as trouxe de volta para sua tribo. Por gerações, esses furbolgs adoraram as garras como o sinal final de seu deus. Poucos furbolgs tiveram a coragem de usar as garras na batalha, e para aqueles que o fizeram, o resultado foi horrível. Ursoc passou anos para descobrir o potencial das Garras; para um mortal destreinado, elas inspiravam uma sede de sangue incontrolável que os levava a atacar amigos e inimigos. Eventualmente, o espírito de Ursoc dentro do Sonho Esmeralda tinha simplesmente visto o suficiente. Os furbolgs não eram capazes de controlar seu poder, então ele o retirou das garras até que alguém digno as reclamasse. Eventualmente, um grupo de Druidas da Garra lutou contra as garras impotentes dos furbolgs e as devolveu ao espírito de Ursoc dentro do Sonho.

++Leia Mais:
– World of Warcraft: Shadowlands | Data de lançamento revelada
– Teoria | Qual o plano de Sylvana Correventos em ‘World of Warcraft’?

Ressuscitando

Os Grizzlemaw furbolgs de Colinas Grizzly tentaram ressuscitar Ursoc usando as magias da falha árvore do mundo, Vordrassil. No entanto, a misteriosa mancha maligna que ainda existe dentro da referida árvore logo começou a sobrepujar os furbolg e Ursoc após a ressurreição, corrompendo a ambos. Depois de ser derrotado e limpo dentro de sua própria caverna por Tur Ragepaw e outros aventureiros, Ursoc os avisa sobre o Deus Antigo Yogg-Saron, que foi o responsável pela queda de Vordrassil.

Legião

O espírito de Ursoc passa a residir no Sonho Esmeralda desde sua segunda morte nas Colinas Grizzly. Um druida aventureiro procura as Garras de Ursoc para usar na batalha contra a Legião Ardente, mas sátiros servindo ao Pesadelo Esmeralda contaminaram o domínio de Ursoc dentro do Sonho em busca das Garras para si. Depois de receber a bênção de seu irmão Ursol, o druida foi capaz obter as Garras de Ursoc. O aventureiro ajudou Ursoc a lutar contra os asseclas do Pesadelo, mas foi tudo uma armadilha armada por Xavius. Quando o Senhor do Pesadelo chegou, Ursoc se gabou de que Xavius não poderia enfrentar um deus, mas Xavius, dizendo que ele foi moldado pelos poderes dos Deuses Antigos, capturou Ursoc mesmo assim.

garras-de-ursoc

As Garras de Ursoc

Um Filho de Ursoc aparece no Sonho Esmeralda para direcionar o Arquidruida para a Essência da Tenacidade de Rokmora, a fim de fornecer energia ao Ídolo do Vento e comungar com Malorne. Quando Malorne fica preso em uma recriação de sua morte nas mãos de Archimonde no Pesadelo Esmeralda, visões de Ursoc e Ursol são vistas lutando contra demônios durante a Guerra dos Antigos.

Ursoc é um chefe no ataque ao Pesadelo Esmeralda, lutado dentro de uma versão de pesadelo das Colinas Grizzly. O véu do pesadelo se ergue antes de ele morrer. Depois que Xavius é morto, o espírito de Ursoc é encontrado dentro do Sonho Esmeralda.

Pós-vida

Você confere no vídeo lá em cima, no inicio da postagem.


Acompanhe nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | YouTube | Twitter


Continue lendo

RPG

Tormenta 20 | Ficha de personagem editável em PDF v 1.7 (para PC e Celular)

Confira a nova atualização da FichaT20. A Versão 1.7 da Ficha de Personagem de Tormenta 20 é baseada na versão final do livro.

Rafa-el Lima

Publicado há

em

Tormenta20-Ficha-de-Personagem-T20-v1.7-Livro-Final

A versão final do livro Tormenta20 chegou. A nova versão da FichaT20 também!

Enfim chegamos à versão final de Tormenta 20, nova edição do mais famoso RPG brasileiro, lançado pela Jambô Editora. A versão 1.1 já está disponível para os apoiadores do financiamento coletivo de Tormenta.

E, para não perder o costume, nós do Multiversos trazemos para vocês mais uma versão da nossa FichaT20. Nesta atualização, trazemos a ficha no belíssimo layout apresentado na versão final do livro.

++Leia Mais:
– Tormenta 20 | Confira imagens da capa do livro e de outras recompensas
– A Flecha de Fogo | Crítica do novo romance do escritor Leonel Caldela

Dessa vez, novamente procurando minimizar os feedbacks por simples confusão, vamos tentar deixar claras algumas particularidades da FichaT20 em relação a alguns campos que influenciam outros campos:

Limpar a Ficha

Agora a limpeza da ficha está no “Olho da Tormenta”. Ou seja, para apagar o seu personagem da existência é só invocar o Aharadak. Não precisa ter medo, esse campo não sai na impressão. O logotipo ficará normal, como vocês conhecem.

Nível

A nossa Ficha de Tormenta 20 calcula automaticamente o seu bônus de Treinamento em Perícias, de acordo com o seu nível. Portanto, é importante lembrar de sempre manter um valor entre 1 e 20 no campo nível. Por isso, agora a ficha de personagem está setada como nível 1 por padrão, para evitar de alguém esquecer de definir um nível e vir a dar um feedback por algo que não está errado.

Atributos e Modificadores

Ao definir seus valores de Atributo seus modificadores serão calculados automaticamente e lançados nas suas Perícias correspondentes.

O mesmo NÃO acontece com os modificadores de atributo que incidem nos seus PVs, PMs, Bônus de Ataque e Dano, e demais poderes/habilidades. Lembrem que esses modificadores precisam ser incluídos por vocês ao montarem suas fichas.

Defesa: Armadura, Escudo e Penalidades

A FichaT20 calcula automaticamente o total da Defesa somando os valores de Modificador de Destreza, Bônus de Armadura e Bônus de Escudo ao valor base de 10. Quaisquer Outros bônus precisam ser especificados no campo correspondente na ficha.

Caso o seu personagem use Armadura Pesada, ou por algum motivo não pode contar com o bônus do modificador de destreza na Defesa, basta você DESMARCAR o campo Mod. de Destreza. Assim, o bônus do modificador de destreza será desconsiderado do calculo final da Defesa do personagem.

Tormenta20-Ficha-de-Personagem-T20-v1.7-Livro-Final-Mod.Destreza

Para desconsiderar o valor do Mod. de Destreza da sua Defesa, basta desmarcar a opção em destaque na imagem.

Os campos Defesa e Penalidade, que estão dentro da área de descrição Armadura & Escudo, precisam ser informados de forma POSITIVA (Ex.: Defesa 5. Penalidade 1, não -1). Os valores de Penalidade de Armadura são subtraídos automaticamente do valor total das Perícias que são afetadas pela penalidade.

++Leia Mais:
– O Inimigo do Mundo | Primeiro romance da trilogia tormenta
– Review | Leonel Caldela e ‘A Flecha de Fogo’ na CCXP

Perícias

Deixamos essa informação por último para deixar claro algumas coisas:

  1. O cálculo das perícias é a parte mais “trabalhosa” ao se fazer a ficha de personagem no RPG, pois são vários pequenos cálculos que vão mudando, basicamente, a cada nível ou a cada dois níveis. Ou seja, é um eterno retrabalho a cada mudança de nível ou aumento de atributo. Não estamos dizendo que é difícil, apenas chato. Repetitivo. Por isso automatizamos o processo;
  2. Infelizmente, como nem tudo são flores, até a automatização aqui é complicada pois, em Tormenta 20, nem sempre as Perícias usam os Modificadores de Atributo padrão que estão definidos para elas. Por isso, deixamos os Modificadores de Atributo editáveis, para que, caso seja necessário, você possa substituir um bônus por outro. Infelizmente, como o Adobe Acrobat não é a melhor plataforma para se programar, ao executar um script qualquer na Ficha o valor do atributo original voltará ao seu lugar. Por exemplo:
    1. Você mudou o seu bônus de Modificador de Força, que incidia na perícia Atletismo, pelo Modificador de Destreza. Ele vai ficar lá, tranquilo, de boas… Lindão. Até que você vai e marca o campo Armadura Pesada… Ao executar o script de Armadura Pesada o Adobe Reader vai fazer o bônus de Modificador de Atributo da sua perícia Atletismo voltar ao valor do Modificador de Força inicial.

Infelizmente, até o momento, não sabemos como resolver esse problema. AINDA!

Mas, para que você consiga usar a Ficha T20 da melhor forma possível, deixamos aqui uma dica/sugestão:

Faça toda a sua ficha — toda, completinha, TUDO — ANTES de fazer as mudanças em qualquer Modificador de Atributo em alguma perícia. Você faz a ficha toda e, por último, muda os bônus de atributo das perícias que preferir e salva. Com isso a ficha estará pronta como você quer mas, lembre-se, qualquer eventual script rolado vai trazer os valores dos modificadores de atributo originais de volta.

Lembrando mais uma coisinha sobre Perícias:

As perícias Somente Treinadas ficam com os valores finais zerados a menos que sejam selecionadas como treinadas. Ou seja, essas perícias só terão valores diferentes de zero caso tenham seus campos de seleção ‘Treino’, aquele quadradinho cinza do lado esquerdo do nome da perícia, marcados.

Algumas pequenas mudanças que fizemos nessa versão ficha foram:

  • Fizemos uma pequena mudança estética nos quadros de seleção de Mod. de Destreza. Acreditamos que ficou mais agradável o visual com essa mudança;
  • Corrigimos o problema que havia no campo das perícias em que, ao mudar o bônus de atributo de uma perícia, todos os bônus baseados no mesmo atributo mudavam. Por exemplo: Você mudou o seu bônus do Modificador de Força, que incidia na perícia Atletismo, de 2 para 4 (para simular o efeito de ganhar, em Atletismo, o bônus do Modificador de Destreza). Com isso, de forma errada, TODAS as outras perícias baseadas em Força, que tinham o seu bônus de atributo de 2, eram mudadas para um bônus de 4. Agora esse erro não ocorre mais. Apenas a perícia mudada sofre a alteração, como sempre deveria ter sido.

Então, galera, mais uma vez, muitíssimo obrigado pelos feedbacks e palavras de apoio. O retorno e satisfação de vocês é o nosso combustível.

Mais uma vez reforçamos o pedido que já fizemos antes: nos sigam nas nossas redes sociais (de preferência, nos deem uma força especial para a gente conseguir um dia, quem sabe aquele “poder” do stories do Instagram chamado “Arrastar Para Cima”. É necessário muitos níveis para atingir esse feito… 😛 ). Infelizmente a qualidade do trabalho que desempenhamos aqui não conta muito para que nós angariemos novos parceiros para o site. Melhores números lá nas nossas redes nos ajudariam MUITO. Contamos com vocês! 😉

EDIT.: Versão 1.8 em PDF.

Download Ficha T20 v. 1.7

++ Leia Mais:
Tormenta RPG | FichaT v.3.0.3 (em Excel)
Império de Jade | FichaT em sua versão oriental (em Excel)


Acompanhe nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | YouTube | Twitter


Continue lendo

Consoles | PC

Shadowlands: Pós-Vidas – Maldraxxus | Segundo vídeo da série apresenta Draka

Confira a história de Draka, personagem principal do novo vídeo da série Pós-Vidas, de World of Warcraft: Shadowlands.

Rafa-el Lima

Publicado há

em

Confira a história de Draka, personagem principal do novo vídeo da série Pós-Vidas, de World of Warcraft: Shadowlands.

A orquisa Draka era uma guerreira corajosa do clã Lobo do Gelo, companheira de Durotan e mãe de Go’el (mais conhecido como Thrall).

O Nascimento de Uma Guerreira

Quando Draka nasceu, ela era uma orquisa fraca e doente. Não apenas seus companheiros de clã a discriminavam, como também outros clãs diziam que ela era uma desonra para a raça orc. O próprio Mão Negra disse certa vez que se ela tivesse nascido em seu clã teria sido afogada ainda jovem. Draka e sua família foram forçados por Garad a se mudar do centro do acampamento para os arredores da vila do clã Lobo do Gelo.

Quando adolescente, Draka perguntou a Mãe Kashur se havia alguma maneira de fortalecer seu corpo doente. Visitada por uma visão dos ancestrais, Mãe Kashur disse a Draka que havia um caminho, mas que poderia significar sua morte. Kashur enviou Draka em uma caçada para obter uma pena de Windroc, chifre de Talbuk e pele de Clefthoof. A partir dos três ingredientes, Kashur afirmou que ela poderia fazer uma poção para curar a doença de Draka.

Draka partiu em sua aventura sozinha. Ela nunca teve permissão para se juntar a nenhuma caçada orc, e agora tinha que aprender a caçar na prática. Com o passar do tempo, a habilidade de Draka aumentou e, embora ainda fraca, ela derrotou e reivindicou sua primeira morte: um Windroc.

Draka conseguiu também derrotar um talbuk e um clefthoof e obteve todos os ingredientes de que precisava para sua poção. Ela voltou para Kashur, que revelou o verdadeiro significado da caça de Draka: os ingredientes e a poção não eram realmente necessários. A própria caça tinha como objetivo fazer de Draka uma orquisa Lobo do Gelo forte e determinada. No final, agora orgulhosa e bela, Draka se juntou a uma festa, onde foi notada por Durotan e Orgrim.

A Ascensão da Horda

Durotan conheceu Draka na celebração. Ele ficou surpreso ao vê-la e não tinha certeza se ela era dos Lobo do Gelo, mas então ele se lembrou de que ela e seus pais foram exilados da vila dos Lobo do Gelo porque ela estava muito doente. Agora, no entanto, parecia que ela havia superado a doença.

No dia seguinte, Durotan pediu a Draka para se juntar a ele em uma caçada, algo que freqüentemente significava que o orc macho pretendia escolher a parceira de caça como uma companheira. Draka respondeu que era muito jovem para ser companheira de alguém. Durotan então insistiu que seria simplesmente uma caça e nada mais.

Eles então partiram na primeira caçada de Draka, onde Durotan foi ferido por um lobo. No entanto, juntos os dois orcs foram capazes de matar a besta. Draka disse a Durotan que havia atingido a idade adulta naquele dia. Eles então se beijaram, marcando o início de seu relacionamento.

Depois disso, Draka apoiou Durotan e suas decisões ao longo dos anos, embora ela não gostasse da situação em que os orcs se encontravam. Ela apoiou Durotan quando os orcs aceitaram a maldição demoníaca e quando o Portal Negro foi criado. Draka, Durotan e seu clã foram exilados e encontraram suas casas no Vale Alterac.

Antes de deixar Draenor, Draka e Durotan visitaram a mãe de Durotan, Geyah. Draka disse que estava grávida e Durotan acrescentou que a criança se chamaria Go’el.

A Morte

No ano 1, Draka deu à luz Go’el, seu filho com Durotan, pouco antes de se juntar a seu comandante em um encontro secreto com seu velho camarada, Orgrim Martelo do Trovão, em Loch Modan. Lá, Durotan explicou o que sabia sobre Gul’dan, o Conselho das Sombras e a barganha demoníaca, e Orgrim decidiu que era hora de parar o feiticeiro do mal. Ele pediu a Durotan e Draka que se abrigassem no norte até que ele os enviasse. Orgrim mandou então que seus guardas acompanhassem os Lobo do Gelo em sua jornada para casa e os mantivesse seguros. Esse seria um erro que Orgrim lamentaria até o dia de sua morte. Seus guardas não eram leais a ele mas, sim, ao Conselho das Sombras.

Os guardas tinham ouvido cada palavra entre Orgrim e seus comparsas, e decidiram que não precisavam da permissão de Gul’dan para eliminar os Lobo do Gelo – pois, claramente, ele iria querer Durotan, Draka e seu filho mortos. Depois de viajar para o norte por vários dias, os guardas investiram sobre Durotan e Draka. Os Lobo do Gelo lutaram ferozmente contra seus agressores, matando um deles, mas os guardas restantes derrubaram Durotan e Draka, e Go’el foi deixado para morrer no frio glacial.

O Pós-Vida

Isso você confere no vídeo lá em cima, no início da postagem.

++Leia Mais:
– World of Warcraft: Shadowlands | Data de lançamento revelada
– Shadowlands Pós-Vidas: Bastião | Primeiro vídeo da série traz Uther, o Arauto da Luz


Acompanhe nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | YouTube | Twitter


Continue lendo

Consoles | PC

Shadowlands: Pós-Vidas – Bastião | Primeiro vídeo da série traz Uther, o Arauto da Luz

Confira o que aconteceu com o paladino da ordem do Punho de Prata, Uther, após a sua prematura morte nas mãos do Lich Rei, em Pós-Vidas: Bastião.

Rafa-el Lima

Publicado há

em

Confira o que aconteceu com o paladino da ordem do Punho de Prata, Uther, após a sua prematura morte nas mãos do Lich Rei.

World of Warcraft: Shadowlands vem seguindo alguns dos passos corretos das expansões anteriores, como a série Warbringers de Battle for Azeroth, e traz uma nova leva de vídeos com as origens de personagens importantes da expansão.

A nova série de vídeos se chama Pós-Vidas, e seu primeiro capítulo, Bastião, apresenta o que aconteceu com um dos personagens mais icônicos da franquia Warcraft: Uther, o Arauto da Luz. O paladino da ordem do Punho de Prata, enfrentou uma morte prematura nas mãos de seu antigo aprendiz, Arthas Merethil, agora mais conhecido com Lich Rei e, neste vídeo, podemos ver o que a morte lhe reservou.

Confira o Pós-Vida de Uther no vídeo lá em CIMA.

++Leia Mais:
– World of Warcraft: Shadowlands | Data de lançamento revelada
– Warbringers: Jaina | Primeiro vídeo da série se mostra uma bela obra de arte


Acompanhe nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | YouTube | Twitter


Continue lendo

Mais Lidas