Sense 8 | Trailer de Especial de Natal é divulgado - Multiversos
Siga-nos nas redes sociais

Séries | TV

Sense 8 | Trailer de Especial de Natal é divulgado

Publicado há

em

A Netflix acabou de divulgar o trailer de um episódio especial de Natal de Sense 8, nele vemos os sensitivos ponderando quanto a conexão entre si, além, claro, das oportunas lutas que enfrentam.

O especial de Natal de Sense 8 terá 2 horas de duração e será exibido dia 23/12.

É hora de nos reconectarmos a série. 😉

Séries | TV

Sandman | O que achamos dos 3 primeiros episódios da série Netflix

Sandman, uma das maiores obras dos quadrinhos, finalmente ganha sua adaptação para as telas em uma série da Netflix.

Publicado há

em

Sandman-Netflix-series-review-3-primeiros-episodios-3-first-episodies

Sandman, uma das mais famosas obras de Neil Gaiman nas HQs, está chegando à Netflix com a primeira temporada da sua série hoje no serviço de streaming. Nós conferimos antecipadamente os 3 primeiros episódios do show e vamos trazer aqui as nossas primeiras impressões para vocês.

Sinopse
Há um outro mundo que espera por todos nós quando fechamos os olhos e dormimos – um lugar chamado O Sonhar, onde Sandman, Rei dos Sonhos (Tom Sturridge), dá forma a todos os nossos medos e fantasias mais profundos. Mas quando Sonho, seu senhor, é inesperadamente capturado e mantido prisioneiro por um século, sua ausência desencadeia uma série de eventos que mudarão o mundo dos sonhos e o mundo desperto para sempre. Para restaurar a ordem, Sonho partirá em uma jornada através de diferentes mundos e linhas do tempo para consertar os erros que ele cometeu durante sua vasta existência, revisitando velhos amigos e inimigos e conhecendo novas entidades – cósmicas e humanas – ao longo do caminho.

Sandman-Netflix-series-review-3-primeiros-episodios-3-first-episodies-cena

Tom Sturridge como Sonho em Sandman. Netflix © 2022

++ Leia também:
– Stranger Things 4 | Temporada homenageia sua origem e prepara seu desfecho — Crítica SEM spoilers
– Stranger Things 4 chega maior e mais aterrorizante do que nunca — Crítica COM spoilers

Sandman da Netflix é mais uma aposta da gigante dos streamings em uma adaptação de HQ para as telas. Dado o sucesso dos super-heróis nas telonas nessas últimas décadas, é de se esperar que adaptações assim continuem acontecendo. Porém, quando se trata de Sandman, existe uma preocupação diferenciada por parte dos fãs.

A HQ

Apesar de ser um quadrinho da DC Comics, e até apresentar em seu roteiro original personagens de super-heróis da editora, Sandman nunca foi, per se, uma história de heroísmo. Longe disso! Sandman é um drama galgado nas responsabilidades e questionamentos existenciais de seres além da nossa simples existência mortal. Moral? Família? Religião? Esperança? Tudo isso é, de alguma forma, abordado em um momento ou outro na história, seja através de conversas cordiais com a própria Morte ou em um “duelo de criatividade” contra um demônio no inferno.

A HQ de Sandman vai, ao longo de suas edições, levando o leitor por um diálogo com questionamentos corriqueiros, ou não, sobre a vida e existência sem, necessariamente, apresentar respostas a esses questionamentos.

A Série

A adaptação da Netflix, por se tratar de uma obra audiovisual, precisou retrabalhar alguns pontos da narrativa da HQ, para haver a fluidez narrativa para tornar a obra “vendável”.

Aqui temos uma ambientação menos suja e, necessariamente, bem mais atual. A produção, ao invés de deixar a história correr em seu período original, por volta dos anos 80-90, optou por trazer a história para a década de 2020. Algo muito bem-vindo quando visto o resultado.

Além disso, o casting de atores tomou liberdades que podem causar estranheza em primeiro momento, mas que se mostram como acertos quando pensamos a obra. Como é o caso da mudança de John Constantine para Johanna Constantine (Jenna Coleman). Os fãs de longa data de Sandman e Hellblazer vão torcer o nariz para a falta do personagem como conhecemos, mas basta se atentar para a abordagem apresentada para Johanna ao lado do Sandman de Tom Sturridge que é perceptível a excelente escolha de mudança.

Primeiras Impressões

Sandman se mostra em seus primeiros 3 episódios como uma excelente adaptação. As mudanças propostas e atualizações do roteiro trazem a história para um tempo mais atual, o que não altera em nada o centro narrativo.

Todos os elementos mágicos e cósmicos brilhantemente pensados e desenhados na HQ são transportados e ganham belíssimos efeitos especiais. De fato, os 3 primeiros minutos do primeiro episódio mostram a quê a série veio, nesse quesito. É tudo muito lindo de se ver!

Em breve trazemos uma crítica completa da primeira temporada de Sandman da Netflix.

Confira a série Netflix AQUI.

Adquira AQUI as edições de Sandman em HQ.


Acompanhe nossas redes sociais para mais novidades:
Facebook | InstagramTwitterYouTube



Continue lendo

Séries | TV

Avatar: A Lenda de Aang | O que sabemos sobre a série live-action da Netflix

Adaptação segue em produção e trazemos aqui tudo o que você precisa saber para entender que a série já é um sucesso antes mesmo de seu lançamento.

Publicado há

em

avatar-last-airbender-netflix

Água, Terra, Fogo, Ar…, é impossível ler essa ordem de palavras sem ouvir mentalmente a nostálgica voz da Katara, narrando a introdução da série animada Avatar: A Lenda de Aang (Avatar: The Last Airbender).

Criada por Michael Dante DiMartino e Bryan Konietzko, a animação da Nickelodeon teve seu primeiro episódio no dia 21 de fevereiro de 2005 (chegando ao Brasil em 23 de Setembro do mesmo ano), finalizando em sua terceira temporada, em 19 de Julho de 2008, com 61 episódios.

Desde então, a série faz, até hoje, milhares de fãs no mundo inteiro. Avatar se tornou um fenômeno que atravessou gerações, um sucesso tão grande que proporcionou a franquia uma continuação nos quadrinhos, uma animação spin-off (A Lenda de Korra), livros e, recentemente, ganhou seu próprio estúdio para vindouras produções animadas, o Avatar Studios, que ainda não apresentou nada oficialmente, mas que segue trabalhando em projetos.

A obra também já teve um filme em live-action (com pessoas reais) lançado nos cinemas, em 2010, intitulada de The Last Airbender, dirigida por M. Night Shyamalan (O Sexto Sentido, Corpo Fechado). The Last Airbender foi um fracasso de crítica, de público e teve uma bilheteria abaixo das expectativas. Poderia citar aqui 100 coisas que não funcionaram nesse filme, mas quero acreditar que ao menos serviu para que esses erros não fossem cometidos novamente.

A franquia passou alguns anos sem nenhuma produção audiovisual desde o fim de A Lenda de Korra (19 de dezembro de 2014), até que, em 2018, a Netflix surpreendeu a todos ao divulgar que estava trabalhando em uma nova adaptação em Live-Action de Avatar, sendo dessa vez, no formato de série, não em longa-metragem. Com a divulgação da informação, liberaram também o que seria a primeira imagem oficial da adaptação, um concept art mostrando, bem de longe, o personagem título da história (Aang, o Avatar) e seu Bisão Voador, Appa.

Desde então, a Netflix tem trabalhado na nova adaptação de Avatar.

Primeira arte oficial da série mostra Aang e seu Bisão Voador, Appa. (Reprodução: Netflix)

Após quase 2 anos sem atualizações, em agosto de 2020, uma notícia inesperada surgiu para apavorar os fãs: Os criadores de Avatar, que estavam envolvidos no projeto como showrunners e roteiristas, anunciaram em suas redes sociais que estavam saindo da produção da série, por conta de diferenças criativas.

Foi um balde de água fria em todos os fãs; o que seria pior do que imaginar uma adaptação de Avatar nas mãos de outras pessoas que não as de seus criadores originais, cujos foram responsáveis por entregar a irretocável animação que mudou — e muda — tantas vidas?!

O sentimento foi de tristeza e incerteza. Mal surgiu e parecia que o sonho de uma boa adaptação já estava, aos poucos, se extinguindo.

Após isso, passamos meses sem notícias a respeito da série, até que, em agosto de 2021, rumores começaram a surgir de que o elenco havia sido escolhido e, então, finalmente a Netflix divulgou em suas redes os rostos dos atores que interpretariam os personagens principais da série.

E foi aí que a dobra de fogo agiu e nos deu uma pequena, porém, intensa chama de esperança.

Avatar-série-Imagem3

Postagem no perfil oficial da Netflix anunciando o elenco do live-action.

O Elenco

Uma das maiores atrocidades que a adaptação em longa-metragem de 2010 cometeu foi o whitewashing (a escalação de brancos em papéis que deveriam pertencer a atores de outras etnias) de forma descarada e desnecessária (Ok, prometo que será a última vez que vou citar esse filme).

O Universo de Avatar é extremamente rico, diversificado e baseado em diferentes culturas, etnias, povos, religiões e povos existentes no nosso planeta:

A Tribo da Água é baseada nos indígenas de todo o mundo, mas principalmente nos Inuítes, indígenas que habitam as regiões árticas do Canadá, do Alasca e da Groenlândia.

O Reino da Terra é baseado nas etnias da China. O grupo étnico Han, que é de origem chinesa (o grupo Han consiste em 92% da população da China, ou seja, mais de 1 bilhão de pessoas no nosso mundo fazem parte dessa etnia).

A Nação do Fogo foi inspirada no Japão Imperial, porém, tendo influência também de culturas da China e da Coreia.

A cultura dos Nômades Do Ar tem muitas semelhanças com as crenças Hindu e é fortemente baseada no Budismo Tibetano.

Com essa diversidade riquíssima de cultura sendo abordada de maneira deslumbrante e extraordinariamente respeitosa, o mínimo que a produtora da série poderia fazer era escalar atores que respeitassem a etnia de seus personagens. E foi exatamente isso que a Netflix fez. No dia 12 de agosto de 2021, a página oficial do streaming revelou seus protagonistas:

Avatar-série-Imagem4

Gordon Cormier como Aang.

O ator Gordon Cormier foi escalado para viver o protagonista Aang. Cormier tem 11 anos e é filipino-canadense.

A carinha de bebê, as sobrancelhas, as orelhas ENORMES, não tem como, esse garoto é o próprio Aang.

Avatar-série-Imagem5

Kiawentiio Tarbell será Katara.

A atriz de 16 anos Kiawentiio Tarbell, conhecida por seu trabalho em “Anne With An E“, também da Netflix, como a personagem Ka’kwet, será Katara.

Ela é indígena da tribo Mohawk, natural do Canadá.

Uma Katara indígena, respeitando a etnia original da personagem, é o que a gente sempre sonhou em ver.

Avatar-série-Imagem6

Ian Ousley como Sokka.

O ator de 20 anos Ian Ousley viverá o irmão de Katara, Sokka. O ator é conhecido por seus papéis em 13 Reasons Why e Young Sheldon.

Ousley possui ascendência indígena norte-americana e asiática.

Avatar-série-Imagem7

Dallas Liu como Zuko.

O ator de 20 anos, Dallas Liu, será Zuko. Ele é de Los Angeles, nos Estados Unidos, mas tem ascendência indonésia e chinesa.

O trabalho mais conhecido de Liu foi no filme Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, da Marvel Studios. No Longa, ele interpreta o jovem Shang-Chi.

Enfim, os 4 protagonistas foram anunciados. Como esperada, a recepção dos fãs foi extremamente positiva, pois, dessa vez, a etnia dos personagens foi respeitada.

Ao longo dos meses, mais personagens tiveram seus atores revelados, sendo estes:

Avatar-série-Imagem8

Maria Zhang como Suki.

A personagem Suki tem ganhado destaque nas HQs do universo de Avatar, tendo, inclusive, uma história solo lançada recentemente.

Avatar-série-Imagem9

Yvone Chapman como Avatar Kyoshi.

Yvone Chapman, escalada para viver a Avatar Kyoshi, revelou em uma entrevista que leu o livro oficial da Kyoshi para construir sua personagem.

Já estamos ansiosos pra ver esse mulherão (literalmente, Kyoshi tem 2 metros de altura) em ação.

Avatar-série-Imagem10

Paul Sun-Hyung Lee como Iroh.

O ator Paul Sun-Hyung Lee, famoso pela série canadense Kim’s Convenience, onde interpretou o personagem Appa, protagonista e patriarca da família Kim, será Iroh. Outro projeto do ator é no universo de Star Wars, onde ele interpreta o patrulheiro Carson Teva da Nova República em The Mandalorian e em The Book Of Bobba Fett.

Provavelmente a escalação que mais surpreendeu os fãs. O ator é idêntico ao personagem, ao ponto de parecer que tiraram o Iroh da animação e colocaram no nosso mundo. Incrível.

Avatar-série-Imagem11

Daniel Dae Kim como Ozai.

Daniel Dae Kim já fez algumas séries populares na televisão, como a inesquecível e subestimada Lost, onde interpretou o personagem Jin-Soo Kwon; e também fez a série policial Hawaii Five-0.

A escalação dele foi uma grata surpresa. Também é outro que tá idêntico ao personagem.

Avatar-série-Imagem12

Elizabeth Yu será Azula.

Talvez a Azula seja a personagem mais desafiadora para ser interpretada. A intimidação, imponência e todas as nuances que a personagem possui são um verdadeiro desafio, mas acreditamos no potencial da atriz.

Avatar-série-Imagem13

Ken Leung como Comandante Zhao.

Ken Leung, ao lado de Daniel, também é popularmente conhecido pela série Lost.

Avatar-série-Imagem14

Lim Kay Siu como Monge Gyatso, o Mestre de Aang.

Se prestarmos atenção, o ator tem algumas semelhanças com Gordon Cormier (Aang), o que é interessante já que Gyatso é a figura paterna de Aang. Até nisso a escalação foi perfeita.

Avatar-série-Imagem15

Casey Camp-Horinek como Gran Gran (Kanna).

Pra quem não reconhece, Kanna é a avó de Katara, que aparece apenas nos 2 episódios iniciais da animação.

Avatar-série-Imagem16

C.S Lee como Avatar Roku.

Avatar-série-Imagem17

Tamlyn Tomita viverá Yukari.

Personagem original da série em live-action, Yukari é mãe de Suki e a “prefeita” da ilha Kyoshi. Papel similar ao personagem ‘Oyaji’ (imagem), presente na animação.

Avatar-série-Imagem18

Amber Midthunder como Princesa Yue.

Avatar-série-Imagem19

A. Martinez como Mestre Paku.

Avatar-série-Imagem20

Gordon Cormier (Aang) e Daniel (Ozai) encenando a vindoura luta entre o Avatar e o Senhor do Fogo. Como não ficar empolgado ao ver essa imagem?

A Produção

As filmagens de Avatar tiveram início em Vancouver, no Canadá, em novembro de 2021, e continuam acontecendo até o momento em que escrevo este artigo.

De lá pra cá, tivemos pouquíssimas informações a respeito das gravações. Apenas algumas fotos de set que vazaram e algumas fotos dos atores juntos, compartilhadas pelos mesmos.

 

Avatar-série-Imagem21

A primeira foto vazada do set de filmagem mostra o que parece ser a arquitetura da Nação do Fogo. (Reprodução: @AvatarNews)

Avatar-série-Imagem22

Palácio da Nação do Fogo.

Avatar-série-Imagem23

Ao fundo, temos o primeiro vislumbre das vestes da Tribo da Água.

Avatar-série-Imagem24

Daniel Dae Kim postou em seu Instagram o processo para encarnar o Senhor do Fogo Ozai, o antagonista da série.

Apesar de poucas informações e fotos a respeito da produção, o site The Verge publicou, em novembro de 2021, que a Netflix fez uma parceria com o estúdio de efeitos norte-americano Pixomondo, montando então uma instalação gigantesca, que conta com 25 metros de diâmetro, 8 metros de altura, 7 mil metros quadrados de palco e mais de 2.000 painéis de LED.

Essa tecnologia de LED promete ser a nova grande tendência nas maiores produções de Hollywood. Ela foi usada em poucas produções, como The Mandalorian (Disney+), The Batman (DC Comics/Warner Bros) e no futuro filme da Marvel Studios, Thor: Amor e Trovão.

Segundo a Netflix, o set “permite que os efeitos visuais sejam feitos em tempo real na câmera, combinando vários ambientes em um único palco”. A empresa o chama de “um dos maiores volumes de produção virtual da América do Norte”.

A série ainda nem estreou e já está batendo recordes!

Graças a essa estrutura de LED gigantesca, o Guinness World Records anunciou recentemente que a Avatar: A Lenda de Aang, da Netflix, entrará para seu livro dos recordes em 2023. Isso mesmo, a série ainda nem foi lançada e já está sendo reconhecida por possuir não apenas o maior palco da América do Norte, mas o maior palco de LED do mundo, com 2500 painéis de parede e 760 placas de LED.

“Quando se trata de recordes mundiais no campo dos efeitos visuais e especiais, nos deparamos com uma deslumbrante variedade de novas maravilhas tecnológicas a serem consideradas”, Craig Glenday, editor-chefe do Guinness World Records, compartilhou em um novo comunicado.

“Como fãs desta última geração de filmes e programas de TV com efeitos, é emocionante poder reconhecer um espaço tão mágico quanto o palco Pixomondo e William F. White International. É quase literalmente uma fábrica de sonhos onde qualquer coisa pode ser evocada, de dragões voadores a paisagens lunares dramáticas. Estamos em dívida com nosso consultor, Ian Failes de antes e depois, por nos guiar pela paisagem emocionante, dinâmica e em constante mudança dos superlativos de efeitos visuais, e gostaríamos de parabenizar Pixomondo e William F. White em seu sucesso recorde.”

Avatar-série-Imagem25

O maior palco de LED do mundo foi construído para o set de Avatar, no Canadá. Pela imagem, vemos uma reprodução visual de algum cenário relacionado a Tribo da Água.

E não para por aí

Há duas semanas, o site Avatar News postou mais uma notícia para deixar qualquer fã ansioso para o que vem a seguir: O estúdio de efeitos visuais DNEG, sete vezes campeão do Oscar, está trabalhando na série em live-action de Avatar.

O estúdio já está trabalhando na produção da série e é possível ver em seu site uma página dedicada ao projeto, até agora apenas com uma mensagem de arrepiar cada fio de cabelo do corpo: “The Avatar Returns”.

Avatar-série-Imagem26

O estúdio também foi responsável pelos efeitos visuais do filme Duna (2021), onde venceu o Oscar nesta categoria.

Orçamento

Segundo o site Avatar News, o live-action de Avatar: A Lenda de Aang, terá um orçamento estimado de US$ 120 milhões na primeira temporada.

Ou seja, isso dá algo em torno de US$ 15 milhões por episódio.

Isso torna o orçamento da série um dos maiores da história da televisão, equivalente às duas temporadas de The Mandalorian no Disney+, a última temporada de Game of Thrones na HBO e às produções da Marvel Studios no Disney+.

Avatar-série-Imagem27

“Não posso dizer muito sobre esse projeto. Mas pelo que vi, e pela minha experiência no set, os fãs de ‘Avatar’ não ficarão desapontados. Tudo parece realmente fenomenal.”? – Yvonne Chapman, a intérprete de Kyoshi.

Mas e aí, quando lança?

Segundo o ator Paul Sun-Hyung Lee, que interpretará o nosso amado Tio Iroh na série, a primeira temporada de Avatar terá 8 episódios de 1 hora de duração cada.

O site Avatar News divulgou que a produção encerrou suas filmagens no dia 19 de junho. Avatar agora se encontra em pós-produção, que deve durar entre 7 a 9 meses para ser concluída.

A data de lançamento ainda não foi divulgada, mas tudo leva a crer que o lançamento da série de Avatar será no primeiro semestre de 2023.

O futuro de Avatar é lindo e nós estamos com muita esperança (e com motivos)

Essas são as informações a respeito da série live-action de Avatar: A Lenda de Aang que temos até este momento. Eu, como fã, não poderia estar mais otimista.

Com todas essas informações a respeito do elenco e produção, fica muito claro que a Netflix está investindo pesado na série, com o intuito de torná-la o novo carro-chefe do Streaming.

Cada notícia a respeito da série só alimenta o Dobrador de Água dentro de mim que sonha em ver Avatar conquistando novos fãs e que continue mostrando o porquê de ser uma das maiores obras já feitas na história da cultura pop.

++Veja também:
– Stranger Things 4 é confirmada como a maior temporada da franquia
– Stranger Things 4 chega maior e mais aterrorizante do que nunca — Crítica com spoilers


Acompanhe nossas redes sociais para mais novidades:
Facebook | InstagramTwitterYouTube



Continue lendo

Séries | TV

Stranger Things 4 | Clima de derrota permeia trailer eletrizante do volume 2

Novo trailer do traz cenas inéditas e um clima de desesperança para os nossos heróis.

Publicado há

em

A Netflix liberou há pouco um trailer repleto de cenas inéditas e bastante tenso da parte 2 da quarta temporada de Stranger Things. O vídeo mostra nossos heróis se preparando para a guerra contra o mundo invertido, antes que este tome conta de Hawkins.

Entre os destaques da prévia, estão Max enfrentando Vecna novamente, Nancy no laboratório de Hawkins, Will e Jonathan se abraçando forte, e muito mais. Confira abaixo:

A parte 01 da 4ª temporada de Stranger Things, composto por sete episódios, está disponível na plataforma desde o seu lançamento em maio. Stranger Things Volume 2, com os dois últimos episódios da temporada 4, chegam a Netflix em 1º de Julho.

++Veja também:
– Stranger Things 4 é confirmada como a maior temporada da franquia
– Stranger Things 4 chega maior e mais aterrorizante do que nunca — Crítica com spoilers


Acompanhe nossas redes sociais para mais novidades:
Facebook | InstagramTwitterYouTube



Continue lendo

Séries | TV

Stranger Things 4 chega maior e mais aterrorizante do que nunca — Crítica com spoilers

Após um hiato de quase três anos, Stranger Things 4 finalmente está de volta, desta vez maior e mais aterrorizante como jamais vista.

Publicado há

em

stranger-things-4-logo-capa

Stranger Things 4 enfim chegou, após um hiato de quase três longos anos de muita espera e ansiedade, por parte dos fãs e de todos que amam a série.

Em seu quarto ano, Stranger Things retorna mais madura, maior e muito mais tenebrosa do que jamais fora. E por mais que os novos capítulos emulem muita coisa da primeira temporada, o clima de brincadeiras e diversão aqui estão reduzidos, enquanto acompanhamos sete episódios de muita tensão.

Como os irmãos Duffer (criadores da série) já haviam nos avisado em entrevistas passadas, o projeto de Stranger Things era crescer e ficar maior à medida que as crianças e a história fossem amadurecendo, e assim eles fizeram. Nos novos episódios a ameaça do Upside Down (o mundo invertido) chega a um nível mais macabro e sanguinário, onde conhecemos o vilão Vecna, implacável e brutal, encaixando a trama cada vez mais no clima de terror.

++Leia também:
– Stranger Things 4 | Temporada homenageia sua origem e prepara seu desfecho (crítica sem spoilers)
– Stranger Things 4 é confirmada como a maior temporada da franquia

O 4º ANO

Stranger-Things-4-logo

A quarta temporada de Stranger Things se inicia apenas seis meses após os acontecimentos da batalha de Starcourt, vista no final da 3ª temporada. E, já de cara, a trama nos relembra como estão nossos heróis e heroínas neste ponto da história: separados e desconsertados.

A trama é dividida em 4 núcleos: Califórnia, Rússia, Hawkins e um Laboratório Secreto. Tantos pontos distintos poderiam dar muito errado e deixar a história espaçada demais e sem ritmo, o que ainda bem, não acontece. Por mais longos que sejam os novos episódios (todos com mais de 1h), eles têm a duração que precisam ter para contar essa nova história. Tudo é intenso, fluído e viciante como deve ser.

ELEVEN DISTANTE

Stranger-Things-4-eleven-distante.jpg.png

Uma nova onda de mortes se espalha por Hawkins, graças ao novo vilão Vecna, gerando um clima de insegurança e medo por toda a cidade e, como de praxe, o nosso grupo de heróis da pequena cidadezinha, suspeitando que tais acontecimentos possam ter ligação com o Upside Down, logo partem em busca de investigarem os terríveis casos de mortes estranhas a jovens, inspiração total no clássico A Hora do Pesadelo, de 1984.

Entretanto, dessa vez, a série traz destaque a esses personagens sem a dependência de Eleven, que está distante e sem seus poderes para ajudar seus amigos. Enquanto isso, os grupos conduzem suas investigações da forma como já estão acostumados.

Contudo, por mais que seus planos de salvar Hawkins do terrível vilão Vecna funcionem até certo ponto, é nítido que Eleven será essencial para salvar seus amigos e o mundo mais uma vez dos monstros do Upside Down. Motivo esse que a leva de volta aos corredores de laboratórios e ao seu Papa/Dr. Brenner (Matthew Modine), que misteriosamente ressurge, após ter sido supostamente morto por um Demogorgon na primeira temporada. Em uma clara homenagem ao início de tudo, Eleven aceita participar do projeto Nina, na esperança de ter seus poderes de volta. Aquele típico ato de jornada do herói onde, para derrotar o seu inimigo a frente, deve-se voltar ao passado para entender o todo.

++Leia também:
– Thor: Amor e Trovão | Saiu o trailer valendo!
– Doutor Estranho no Multiverso da Loucura | Longa se destaca por (enfim) inserir terror ao MCU

MAIS PERIGOSO E MAIS MACABRO

Stranger-Things-4-vecna

Quando mencionei que a quarta temporada de Stranger Things está com seus momentos de descontração reduzidos, não foi à toa. O clima de terror, suspense e de urgência aqui apresentados permeia boa parte do tempo dos episódios, afinal as ameaças do mundo invertido estão crescendo a cada dia e se tornando muito mais perigosas que antes.

Com novos vilões e seres assombrosos tomando o controle da situação, os novos episódios de Stranger Things são, visivelmente, mais sombrios e escuros, dando a Hawkins o clima de terror perfeito, by Stephen King.

– “Uma dica: assista a noite com as luzes bem apagadas para a imersão ser maior.”

HISTÓRIA E PERSONAGENS MAIS MADUROS

stranger-things-4-netflix-quarta-temporada

É bem visível que a trama e os personagens da série estão mais maduros neste ponto da história. O roteiro do quarto ano, além de nos entregar mais violência e sangue – há um momento onde Nancy se vê dentro de uma piscina (literalmente) repleta de sangue – há também um maior desenvolvimento de personagens, onde podemos testemunhar como os nossos heróis levam suas vidas em meio aos traumas e investidas do Upside Down.

Todo o carismático elenco da série continua incrível e até melhores do que nas temporadas anteriores, mas tenho que admitir que Sadie Sink (Max) e Millie Bobby Brown (Eleven) brilham muito nessa nova temporada. Principalmente Sadie, que no quarto episódio protagoniza uma das melhores sequencias de ação, quando, com a ajuda de Lucas (Caleb McLaughlin), Dustin (Gaten Matarazzo) e Steve (Joe Keery), consegue se desvencilhar das garras de Vecna e fugir do transe da morte. Uma cena tensa e muito angustiante, diga-se de passagem.

David Harbour, nosso amado delegado Hopper também não fica atrás, e por mais que a princípio o roteiro não favoreça muito o seu arco, a experiência com o personagem e o carisma de David nos entrega a melhor atuação do ator em toda a série, além da fantástica cena de luta contra o Demogorgon na cadeia, que foi sensacional.

E não podemos esquecer de Jaime Campbell, que é nos apresentado como um enfermeiro solidário do Laboratório Hawkins, sempre misterioso, quieto e disposto a ajudar Eleven, acaba se revelando como Vecna, nosso principal vilão desta temporada, em uma cena onde fiquei grudado na frente da TV.

Entretanto, nem tudo vai muito bem. Com uma quantidade de personagens que só crescem a cada temporada, além das muitas tramas secundárias que a série criou, esta primeira parte deixa muitas questões em aberto, perdendo tempo para desenvolver seus outros principais personagens.

Will (Noah Schnapp), por exemplo, em diversos momentos vemos sutilmente a sua sexualidade e sentimentos pelo Mike (Finn Wolfhard) ser abordada, mas ao invés desse assunto ser melhor desenvolvido, recebemos cenas de Argyle (Eduardo Franco) e Jhonata (Charlie Heaton) fumando e jogando conversa fora, ou até mesmo do outro novato Jason (Mason Dye), atuando como o estereotipo do capitão do time da escola. Tais momentos não mudam muita coisa na trama principal e só tiram tempo de tela de elementos que realmente são importantes.

O FUTURO DE STRANGER THINGS

Stranger-Things-4-Futuro

Como já disse, a quarta temporada de Stranger Things chegou nos trazendo respostas para alguns questionamentos, mas também só abriu mais dúvidas: Por que o 001/Vecna não matou Brenner no passado? Terá Brenner alguma ligação com o Upside Down, por causa de Vecna, e por isso o Demogorgon não o feriu gravemente na primeira temporada? Como Eleven conseguiu criar o primeiro portal com apenas seis anos, se ela não conhecia aquele lugar? O poder de Eleven vem do 001, mas terá esse poder coligação com o Upside Down? Vecna foi o responsável por remodelar esse mundo hostil, transformando-o em um espelho do nosso mundo?

Muitas perguntas e poucas respostas para uma série já tão misteriosa.

Contudo, mesmo a trama se perdendo em alguns momentos, o quarto ano de Stranger Things consegue ser muito divertido de assistir. Um trabalho brilhante dos irmãos Duffer que conseguem aprofundar a história de alguns dos seus personagens, gerando ótimas discursões em meio a isso, sabendo equilibrar muito bem os clichês e referencias deliciosas dos anos 80 com um ótimo clima de terror.

Agora, só nos resta esperar pelos dois últimos episódios que prometem ser avassaladores, em 01 de julho. Haja coração!


Acompanhe nossas redes sociais para mais novidades:
Facebook | InstagramTwitterYouTube



Continue lendo

Séries | TV

Stranger Things 4 | Temporada homenageia sua origem e prepara seu desfecho

Com uma temporada que lembra muito a primeira em vários aspectos, Stranger Things 4 acerta nas escolhas e adianta sua história para o seu caminho final.

Publicado há

em

capa-stranger-things-4

A temporada 4 de Stranger Things está chegando a Netflix e nós trazemos aqui as nossas primeiras impressões do show.

Um dos maiores sucessos da Netflix e responsável direta por um resgate da cultura dos anos 80 na mídia, Stranger Things é uma das mais amadas séries do momento, isso é inegável. Sua trama de suspense e terror juvenil, atrelada a uma boa dose de nostalgia pega, quase que instantaneamente, a quem não tem medo de se arriscar em sua primeira temporada.

É bem verdade que seus elementos centrais não abandonaram a série por completo, sempre estiveram ali, mas a trama precisou, em certos momentos, deixar algumas coisas de lado para andar nas suas segunda e terceira temporada. A jogatina de RPG foi substituída pelo romance, alguns outros elementos foram substituídos pelo drama e desenvolvimento adolescente, claro que tudo de forma fluida e válida na narrativa.

novo-poster-de-stranger-things-4

Stranger Things 4 começa dando ao grupo da pequena Hawkings um momento que lembra muito o seu início ali na primeira temporada, quase que em uma homenagem, e preparando os alicerces para o que virá depois (os amantes de D&D reconhecerão rapidamente sobre o que estou falando ao assistirem a temporada).

A nova temporada tem uma difícil tarefa: ligar os pontos de um elenco de, pelo menos, 10 pessoas que fazem parte do núcleo central da série. Tarefa que exigiu do show os maiores episódios que vimos até aqui. Nenhum episódio da temporada conta com menos de 1h de tela. Algo que, de verdade, não fica cansativo, nem quando é maratonado. Pode confiar.

Algo que vale ser destacado aqui é a evolução dos personagens. Por mais que, em alguns momentos, a história pareça que está em pontos já superados nas temporadas anteriores, as decisões dos protagonistas mostram que o que foi vivido antes serviu de aprendizado. Eles estão em um “novo nível”. Eles agora tem mais segurança em enfrentar seus desafios, não tentando apenas sobreviver ou fugir.

++ Leia também:
– Mulher-Hulk: Defensora de Heróis | Trailer finalmente apresenta o visual da heroína na série
– Doutor Estranho no Multiverso da Loucura | Longa se destaca por (enfim) inserir terror ao MCU

O elenco, como sempre, é um show a parte e, nessa temporada mais que em qualquer outra, fica claro o quanto a série cresceu ao apostar em um núcleo descentralizado. Sim, Eleven é a protagonista, mas, não, o show não depende dela para acontecer. E isso é ótimo!

Outro ponto a ser citado é a qualidade do trabalho de efeitos especiais. A série mostra que o alto valor investido na temporada tem a sua razão de ser e, vale ressaltar: essa temporada tem a maior possibilidade de te assustar que as outras. Esteja avisado.

Stranger Things 4 é o retorno a uma nostalgia e suspense que amamos, com todos os elementos que fizeram das temporadas anteriores o sucesso que foram, e encaminhando a sua excelente história para o desfecho que, infelizmente, está chegando com a próxima temporada.

Lembrando: essa temporada foi dividida em dois volumes. O volume 1 chega agora, dia 27/05, e o volume 2 chega em 01/07.


Acompanhe nossas redes sociais para mais novidades:
Facebook | InstagramTwitterYouTube



Continue lendo

Séries | TV

Stranger Things 4 é confirmada como a maior temporada da franquia

O volume 01 chega na próxima sexta, com 07 episódios, enquanto o volume 02, com os dois episódios finais, chegam em 1º de julho.

Publicado há

em

Faltando uma semana para a estreia da aguardada nova temporada de Stranger Things, a Netflix confirmou hoje que o quarto ano será mesmo a maior de todas as temporadas até então, assim também como será feita a divisão dos episódios entre os volumes 01 e 02.

Na próxima sexta (27/05), o volume 01 chegará com os 07 primeiros episódios da temporada, para gente sentar em frente à TV e maratonar como se não houvesse amanhã. Já os dois últimos episódios, 08 e 09, virão com o volume 02 em 1º de julho, em escala superdimensionados, sendo o penúltimo com 1h e 38m e o último com quase 2h e 30m de duração.

– Já estamos surtando!

E isso não é tudo! Junto com o anuncio oficial desta sexta-feira (20/05), foi liberado também os primeiros 8 minutos de duração do episódio 01 da 4ª temporada de Stranger Things, que está de explodir cabeças.

Confira abaixo:

Sinopse

Seis meses após a batalha de Starcout, nossos heróis favoritos de Hawkins estão trilhando caminhos divergentes. Mike (Finn Wolfhard), Will (Noah Schnapp), Eleven (Millie Bobby Brown), Dustin (Gaten Matarazzo) e Lucas (Caleb McLaughlin) devem descobrir como colocar um fim no Upsid Down de uma vez por todas, enquanto tentam também sobreviverem aos altos e baixos do ensino médio.

++Veja também:
– Gotham Knights | Pôster da nova série da DC é revelado
– Mulher-Hulk: Defensora de Heróis | Trailer finalmente apresenta o visual da heroína na série


Acompanhe nossas redes sociais para mais novidades:
Facebook | InstagramTwitterYouTube



Continue lendo

Séries | TV

Gotham Knights | Pôster da nova série da DC é revelado

Fomos brindados com o primeiro pôster da próxima geração de séries inspiradas nos quadrinhos da DC Comics.

Publicado há

em

A próxima série do baseada na Batfamília está chegando! Nesta quinta-feira, 19 de maio, foi divulgado o primeiro pôster de Gotham Knights, a nova série da CW prevista para estrear em 2023.

Gotham Knights é mais uma série baseadas nas HQs do Batman, mais precisamente na Batfamília. A série está com tudo liberado para a temporada 2022-2023, assim como as séries parceiras de DC, The FlashSuperman & Lois. Já outras séries da DC não tiveram a mesma sorte de continuarem, como Batwoman, Legends of Tomorrow e Naomi que foram canceladas recentemente.

Gotham Knights acontece logo após o assassinato de Bruce Wayne, onde seu filho adotivo rebelde forja uma aliança improvável com os filhos dos inimigos do Batman quando todos são acusados de matar o morcegão. E, como os criminosos mais procurados da cidade, esse bando renegado de desajustados deve lutar para limpar seus nomes. Mas, em uma Gotham sem o seu Cavaleiro das Trevas para protegê-la, a cidade se torna a mais perigosa do que já foi. Mas… porém… no entanto… toda via… a esperança vem dos lugares mais improváveis, pois essa equipe de fugitivos incompatíveis se tornará sua próxima geração de salvadores.

A série será estrelada por Oscar Morgan como Turner Hayes, Anna Lore como Stephanie Brown, Olivia Rose Keegan como Duela Dent, Navia Robinson como Carrie Kelley, Fallon Smythe como Harper Row, Tyler DiChiara como Cullen Row e Misha Collins (muito conhecido pelo grande público como o Castiel de Supernatural) como Harvey Dent.

++Veja também:
– Doutor Estranho no Multiverso da Loucura | Longa se destaca por (enfim) inserir terror ao MCU
– Mulher-Hulk: Defensora de Heróis | Trailer finalmente apresenta o visual da heroína na série

Gotham Knights  será produzida pela Warner Bros. Television e Berlanti Productions, como está transcorrendo com outras séries da DC. Os produtores executivos são Fiveash e Stoteraux com Greg Berlanti, Sarah Schechter e David Madden da Berlanti Productions, enquanto o roteiros estão por conta de Chad Fiveash, James Stoteraux e Natalie Abrams que atuará como produtor co-executivo. Fiveash e Stoteraux atuavam como produtores executivos da finada série da  Batwoman mas eles ainda têm créditos em Gotham, KryptonThe Vampire Diaries e Abrams escreveu para Batwoman e Supergirl.

Diz aí o que vocês acharam do primeiro pôster da nova série?

Gotham Knights vai estrear em algum momento de 2023, é só colar na gente para mais novidades.


Acompanhe nossas redes sociais para mais novidades:
Facebook | InstagramTwitterYouTube



Continue lendo

Séries | TV

Mulher-Hulk: Defensora de Heróis | Trailer finalmente apresenta o visual da heroína na série

Trailer ainda nos apresenta o possível vilão da temporada, além de alguns bons momentos cômicos.

Publicado há

em

Mulher-Hulk-She-Hulk-Defensora-de-Herois-Trailer-serie-Disney-Plus-Tatiana-Maslany-como-Jennifer-Walters-

Mulher-Hulk, uma das próximas séries do Marvel Studios e seu crescente MCU, está chegando ao Disney+.

Protagonizada por Tatiana Maslany, como Jennifer Walters, a série nos introduz à vida da prima de Bruce Banner, o nosso querido Hulk, em sua rotina como advogada e recém transformada em mulher-super-forte-e-verde.

++Leia Mais:
– Doutor Estranho no Multiverso da Loucura | Confira os spots lançados do filme
– Thor: Amor e Trovão | Confira o primeiro teaser-trailer ao som de Guns N’ Roses

O trailer lançado, que você pode conferir ACIMA, nos dá um primeiro vislumbre real do visual da heroína, que remete muito bem ao visual da personagem nos quadrinhos, apesar de os efeitos aparentarem não estar finalizados, se comparados ao nível de qualidade normal da Marvel Studios.

Mulher-Hulk-Defensora-de-Herois-serie-Tatiana-Maslany-como-Jennifer-Walters-Poster

Na série o ator Mark Ruffalo volta ao papel de professor Hulk e também teremos o retorno do Abominável, vilão presente no longa O Incrível Hulk, interpretado por Tim Roth, que já havia aparecido recentemente em uma luta com Wong no longa do Shang-Chi.

Mulher-Hulk: Defensora de Heróis, da Marvel Studios, estreia em 17 de agosto no Disney Plus.


Acompanhe nossas redes sociais para mais novidades:
Facebook | InstagramTwitterYouTube



Continue lendo

Facebook

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidos