Harry Potter | Anunciada data de início para o financiamento coletivo de novo boardgame - Multiversos
Siga-nos nas redes sociais

Que o mundo mágico de J. K. Rowling é cativante, angariador de fãs, e extremamente expansivo isso não é novidade. A franquia já se espalhou pelos mais diversos tipos de mídia, dos livros passaram ao cinema, ganharam versões em quadrinhos (para homenagear as vítimas do atentado de Orlando), jogos eletrônicos, versões em vários jogos de tabuleiro, como Clue e Monopoly.

Desta vez o Harry Potter terá a chace de ganhar mais um boardgame, agora pelas mãos da Knight Models, empresa espanhola especializada em lançamentos de miniaturas colecionáveis para pintura e responsável pelos jogos DC Universe Miniature Game e Batman Miniature Game, ambos jogos de tabuleiro com belíssimas miniaturas dos referidos universos. E, como era de se esperar, o jogo do bruxinho mais amado do mundo terá, também, lindas miniaturas, caso seja lançado.


“No jogo cada jogador toma o controle de um grupo de bruxos da saga cinematográfica de Harry Potter. Cada bruxo é representado fielmente em uma miniatura de 35mm escupida com detalhes em resina de alta qualidade própria para pinturas. Durante o jogo, os jogadores devem mover seus personagens por mapas ilustrados que representam vários locais importantes do mundo mágico, como Hogwarts, a Câmara Secreta, a Floresta Proibida. Os jogadores devem explorar essas áreas, resolvendo Desafios e Missões para conquistar a vitória.

Em The Harry Potter Miniatures Adventure Game há total liberdade para os jogadores montarem seus grupos de bruxos e feiticeiros. Os jogadores podem escolher seus modelos favoritos, e equipá-los com Poções e cartas de Artefatos e, claro, Magias. A variedade de opções a disposição fazem com que cada jogo seja diferente do outro.”

Modelo do tabuleiro de jogo.

Tudo ainda é incerto, pois a proposta depende de uma coisa: aceitação do público, já que a empresa recorreu ao financiamento coletivo como forma de tornar o jogo uma realidade.

‘The Harry Potter Miniatures Adventure Game’ chega ao Kickstarter em 14 de Março de 2018. Aos fãs e entusiastas brasileiros resta entrar em contato com a empresa para saber se há a possibilidade de adesão e envio para o Brasil.

Board Games

Relançamento de HeroQuest foi financiado com sucesso!

É oficial: financiamento coletivo de HeroQuest bate a meta de 1 milhão de dólares e boardgame será relançado nos EUA e Canadá pela Hasbro.

Rafa-el Lima

Publicado há

em

HeroQuest-Relançamento-capa

Financiamento coletivo para o relançamento do boardgame HeroQuest já passou da meta inicial de 1 milhão de dólares!

Lançado há dois dias, e apostando na nostalgia do público, o financiamento coletivo de HeroQuest se mostrou um acerto da Hasbro.

Buscando corresponder ao público saudosista que, há tempos, pede um relançamento, a Hasbro, atual detentora dos direitos do jogo, iniciou um financiamento coletivo na sua plataforma HasbroPlate para trazer de volta HeroQuest, clássico boardgame de dungeon crawl da década de 90.

Depois de alguns dias de suspense, por conta de uma contagem regressiva que entrou no ar há alguns dias, foi dada a largada do financiamento coletivo do jogo e, em pouco mais de 1 dia, o projeto bateu sua meta inicial de 1 milhão de dólares. Além disso, já atingiu sua primeira meta estendida, que trará uma Warlock (Bruxa) como heroína extra, e está às vésperas de atingir a segunda meta de 1.4 milhões de dólares, o que incrementará o jogo com mais 6 dados de combate extras.

++Leia Mais:
– HeroQuest | Boardgame entra em financiamento coletivo para relançamento
– Enola Holmes | Uma nova heroína chegou na Netflix

Infelizmente o financiamento coletivo de HeroQuest só fará o envio do jogo para os EUA e Canadá, deixando o público do resto do mundo à mercê de pessoas e serviços intermediários, caso tenham interesse em participar do projeto.

Mercado brasileiro

Uma das maiores esperanças do público brasileiro, que sonha em ver o retorno de HeroQuest ao nosso mercado, está depositada no fato de que a Galápagos Jogos, maior empresa de boardgames do Brasil, está há algum tempo com boas relações com a Hasbro. A empresa brasileira é a responsável pela localização e lançamento de toda a linha do RPG Dungeons & Dragons 5ª edição, além de ter lançado recentemente o boardgame Dungeons & Dragons: A Masmorra do Mago Louco.

Não custa nada sonhar em ver o HeroQuest nas mãos da Galápagos Jogos, não é?

Fique ligado nas redes sociais do Multiversos para mais novidades!


Acompanhe nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | YouTube | Twitter



Continue lendo

Board Games

HeroQuest | Boardgame entra em financiamento coletivo para relançamento

Um dos boardgames mais amados pelos RPGistas da geração anos 90 pode voltar ao mercado. HeroQuest está em financiamento coletivo nos EUA.

Rafa-el Lima

Publicado há

em

HeroQuest-Relançamento

Um dos boardgames mais amados pelos RPGistas da geração anos 90 pode voltar ao mercado. HeroQuest está em financiamento coletivo nos EUA.

“Nas profundezas de outra dimensão, enfrente bárbaros e magia maligna em busca de aventuras em um labirinto de monstros. Este é HeroQuest, um jogo de aventura e fantasia, onde vencer significa dominar a arte do combate e da magia. Depois de embarcar nessa, você nunca mais será o mesmo.”

Um dos jogos mais amados pelos RPGistas brasileiros e um grandes responsáveis — ao lado de DragonQuest e da revista Dragão Brasil — por cativar e iniciar vários grupos de RPG no Brasil pode estar voltando ao mercado mundial, para a alegria dos fãs. Mas, calma, você não o encontrará nas prateleiras das lojas como outrora. Pelo menos não ainda.

Desenvolvido por Stephen Baker e lançado originalmente em 1989 pela Milton Bradley em parceria com a Games Workshop, HeroQuest é um boardgame com vários elementos fantásticos que remetem aos mundos mágicos dos RPGs. Alguns o designam como um “pré-RPG”, por promover uma interação de grupo muito similar ao RPG em si, sendo apenas mais limitado em termos de regra.

O jogo permite aventuras ao melhor estilo dungeon crawler (algo como ‘rastejante de masmorra’ em português), onde um grupo de aventureiros invade uma caverna, castelo ou fortificação em busca de salvar alguém ou derrotar um monstro ou tirano. Algo simples e objetivo, mas nem por isso menos interessante.

++Leia Mais:
– CMON anuncia boardgame de ‘He-man e os Mestres do Universo’
– Tormenta 20 | Ficha de personagem editável em PDF v 1.8.1

Para a alegria de muitos a Hasbro, atual proprietária do jogo, lançou hoje um financiamento coletivo visando o relançamento do jogo, dessa vez com toda a qualidade que a indústria dos boardgames permite.

A estética da arte da caixa e do Escudo do Mestre permanecem a mesma, porém as artes e o jogo em si evoluíram e apresentam miniaturas plásticas belíssimas e novas cartas de poderes, itens e magias, totalmente coloridas, em contraste  com as miniaturas de papel e as cartas em preto e branco da versão original.

Confira as imagens abaixo (você pode passar ou voltar as imagens clicando nas setas < ou > ):

HeroQuest foi lançado no Brasil pela Estrela ainda na década de 90 e há muito tempo seus fãs do Brasil e do mundo pedem um relançamento. Durante as comemorações de 25 anos do jogo a empresa canadense GameZone, responsável pelo lançamento original do jogo, chegou a iniciar um kickstarter para lançar uma edição comemorativa, mas o projeto acabou “morrendo” por conta dos direitos autorais.

O financiamento coletivo de HeroQuest acontece na plataforma da Hasbro, HasbroPulse (confira AQUI), e permite dois tipos de apoio:

  1. Nível Heróico, por $ 99.99 dólares, que inclui o jogo HeroQuest base (contendo 71 miniaturas entre personagens e móveis, mapa, manuais e cartas), bem como 4 miniaturas bônus de heróis e 1 miniatura exclusiva disponível apenas durante a campanha HasLab (financiamento coletivo);
  2. Nível Mítico, por $ 149.99 dólares, que inclui o jogo HeroQuest base (contendo 71 miniaturas entre personagens e móveis, mapa, manuais e cartas), bem como 4 miniaturas bônus de heróis e 1 miniatura exclusiva disponível apenas durante a campanha HasLab. Além de duas expansões de jogo (Return of the Witch Lord e Kellar’s Keep algo como O Retorno do Lorde Bruxo e A Fortaleza de Kellar em português), mais 2 miniaturas exclusivas e tudo que que for desbloqueado na campanha de financiamento coletivo.

O relançamento de HeroQuest, via financiamento coletivo, está acontecendo apenas na América do Norte (nos EUA ou no Canadá, não sabemos precisar, sorry), pelo menos por enquanto. Não há qualquer notícia ou previsão de relançamento no Brasil.

Só nos resta esperar que o jogo acabe vindo para terras tupiniquins em breve. Oremos!


Acompanhe nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | YouTube | Twitter



Continue lendo

Board Games

CMON anuncia boardgame de ‘He-man e os Mestres do Universo’

Rafa-el Lima

Publicado há

em

Empresa responsável por Zombicide, um dos boardgames de maior sucesso do mercado, vai lançar o jogo dos Defensores de Etérnia.

“Pelos poderes de Grayskull,
eu tenho a força!”

As batalhas travadas em Etérnia, por He-man e seus amigos contra Esqueleto e seus servos, já foram parar em diversas lojas de brinquedos, salas de estar e salas de jogos, ao longo dos anos mas, em breve, os jogadores poderão recriar essas lutas épicas em suas mesas de jogos. A CMON anunciou um acordo de licenciamento com a Mattel para criar e publicar Masters of the Universe: The Board Game na América do Norte, América do Sul e em toda a Ásia.

Michael Shinall, Gerente de Design e Desenvolvimento da CMON, e Leo Almeida, desenvolvedores veteranos de jogos que fizeram parte da concepção e desenvolvimento de jogos de sucesso como Bloodborne: The Boardgame e A Song of Ice and Fire: Tabletop Miniatures Game estão à frente do design de Masters of the Universe: The Board Game. Eles estão desenvolvendo um novo sistema de jogo que aproveitará o cenário e o universo icônico do desenho, além de trazer muitos dos personagens mais queridos do cenário. O jogo contará com figuras em miniatura altamente detalhadas desses personagens, dando emoção aos jogadores e colecionadores.

Quando perguntado sobre a criação de um jogo baseado na inovadora linha de brinquedos, Michael Shinall disse: “O Masters fazia parte da infância da maioria de nós. Pessoas de uma certa idade sabem tudo sobre o desenho. Simplesmente falar ‘eu tenho a força’ é automaticamente dito na mente de uma forma específica por causa disso. Agora, este jogo trará uma geração totalmente nova para Etérnia e seus muitos personagens. Os pais poderão transmitir seu amor pelo He-Man aos filhos, e isso é incrível.”

Desde a sua criação em 1982, o Masters of the Universe tem sido um fenômeno cultural que transcende gerações ao redor do mundo. Agora, depois de mais de 30 anos, a Mattel está trazendo de volta os Mestres do Universo e está planejando criar uma franquia global viva com vários pontos de acesso a conteúdo, expandindo a história e os personagens do vasto universo.

Masters of the Universe: The Board Game será lançado via Kickstarter em 2021.


Acompanhe nossas redes sociais para ficar por dentro das novidades:
Facebook
| Instagram | YouTube | Twitter


Continue lendo

Board Games

Zombicide Invader | Temos versão ‘Br’ no lançamento mundial!

Rafa-el Lima

Publicado há

em

A humanidade se espalhou nas estrelas. No entanto, o transporte é lento e há uma busca para encontrar uma nova fonte de energia. A resposta às orações das pessoas foi aparentemente encontrada no PK-L7 na forma de Xenium. Esta substância milagrosa poderia ser aproveitada para suprir as necessidades de energia da humanidade pelas gerações vindouras. Mas primeiro, precisava ser extraído. O planeta PK-L7 é incrivelmente remoto e preparar as operações não era simples. As empresas enviavam trabalhadores e soldados para a pequena rocha, a fim de estabelecer colônias. No começo, tudo foi fácil. Embora houvesse uma forma de vida alienígena encontrada no planeta, ela se manteve e não interferiu na construção ou na mineração. No entanto, tudo isso mudou. Algo aconteceu com os alienígenas e eles se tornaram assassinos, agindo mais como zumbis mortos-vivos do que uma raça alienígena pacífica. Agora, é uma luta pela sobrevivência nas profundezas do espaço. Quem vai sair vivo?

Zombicide: Invader leva a saga Zombicide para o longínquo planeta PK-L7 em um novo jogo autônomo. As instalações de mineração haviam abrigado trabalhadores e soldados quando os Xenos de repente começaram a atacar. Ninguém tem certeza do que aconteceu, mas agora cabe aos sobreviventes sair do planeta. Claro, é mais fácil falar do que fazer.

Jogadores em Zombicide: Invader assumem o papel desses poucos últimos habitantes vivos do planeta. Os Sobreviventes são divididos entre civis e soldados. Altamente adaptáveis, os civis podem procurar em qualquer zona do mapa, procurando suprimentos para ajudar na sua fuga. Os soldados não são tão capazes de encontrar itens, apenas podem procurar em áreas designadas. No entanto, seu treinamento militar os deixou mais resistentes, capazes de evitar danos extras de Xenos antes deles caírem.

Ajudando nos esforços de sobrevivência e resgate estão novos robôs e sentinelas. Sobreviventes podem operar essas máquinas de guerra contra a multidão inimiga que se aproxima em relativa segurança. Qualquer ajuda é certamente bem-vinda, pois manter-se à frente do inimigo será difícil.

Encarando os sobreviventes e seus aliados robóticos, estão os Xenos. Eles vêm em três formas: os Operários, relativamente fracos, mas abundantes, os Tanques, mais fortes, e as Abominações, extremamente mortais. Controlado pelo jogo em si, eles formam uma onda implacável de morte voltada para os sobreviventes. Somente trabalhando juntos os jogadores poderão sobreviver.

Através de uma campanha de missões conectadas, os jogadores devem encontrar recursos, montar armadilhas contra os mortais Xenos e até mesmo enfrentar o vácuo frio do espaço na superfície direta do PK-L7. As coisas serão difíceis, mas, combinando seus esforços, todos podem (esperançosamente) sair da rocha deserta e voltar à segurança da órbita.

Zombicide: Invader está chega as lojas em 1º de agosto e, para a alegria do público brasileiro, a Galápagos Jogos, responsável pela marca Zombicide no Brasil, lançou o jogo SIMULTANEAMENTE com o mercado americano! Ou seja, você já pode adquiri-lo AQUI!

Continue lendo

Board Games

Zombicide | CMON e Guillotine Games anunciam 2ª edição do boardgame

Rafa-el Lima

Publicado há

em

Zombicide, o jogo de tabuleiro, ganhou o mundo com mais de 2 milhões de cópias vendidas desde o seu lançamento em 2012 e gerou uma franquia cult de cooperativas de destruidores de zumbis em todo o mundo. E, em 2020, chega com a sua 2ª edição!

Em Zombicide, os zumbis são controlados pelo jogo, enquanto os jogadores assumem o papel de Sobreviventes que devem cooperar para sobreviver e prosperar em um mundo dominado pelos mortos-vivos sanguinários. Encontre armas e equipamentos para levar a luta aos zumbis através de 25 cenários diferentes ligados por uma história ramificada, enquanto você escolhe o seu caminho através de uma cidade infestada.

De acordo com a produtora do jogo, os jogadores que retornarem para a 2ª edição perceberão que as regras clássicas foram refinadas, simplificando o jogo e entrando no meio da ação mais rápido do que nunca! Os caçadores de zumbis veteranos ainda poderão usar suas coleções atuais, pois as atualizações estarão disponíveis.

Junto com uma ênfase de missões interconectadas e baseadas em história, Zombicide tem todos os novos componentes e miniaturas premiadas, incluindo painéis de plástico e seis novos jovens Sobreviventes para os jogadores escolherem. As horríveis e monstruosas Abominações retornam, exceto que agora há o dobro de zumbis prontos para se divertirem com o cérebro dos jogadores.

Thiago Aranha, produtor sênior da CMON, disse sobre a nova edição: “Passamos por todos os aspectos do jogo, de tornar as portas mais fáceis de trabalhar, de atualizar a forma como o se dirige o carro, de retrabalhar a prioridade dos ataques à distância e adicionando zonas escuras que irão esconder zumbis das balas dos sobreviventes, observando onde poderíamos melhorar e fazer o jogo Zombicide experimentar tudo o que poderia ser. Estamos muito orgulhosos de como esta nova edição ficou, e vai proporcionar toda a emoção de Zombicide, e desafiar os jogadores que retornam de novas maneiras. ”

Esta nova edição do Zombicide será lançada nos EUA, via financiamento coletivo no Kickstarter, em 2020. Ainda não há notícias sobre um lançamento da 2ª edição de Zombicide em português. No Brasil o jogo é lançado pela Galápagos Jogos.

Continue lendo

Mais Lidas